A Roupa Nova do Rei

Sinopse:

Também conhecido como A Roupa Nova do Imperador ou O rei vai nu, é um conto de fadas publicado em 1837 de autoria de Hans Christian Andersen. Dois vigaristas, se fazendo passar por alfaiates de terras distantes, dizem a um determinado Rei que possuem um tecido tão nobre e belo que apenas as pessoas mais inteligentes e competentes poderiam vê-lo. O Rei, muito vaidoso, contrata os serviços desses tecelões em troca de um baú cheio de jóias valiosas. Os farsantes, que exibiram ao Rei um tecido invisível, exigem ainda um quarto para dormir e deliciosas refeições, por um período de três meses. Eles fingem trabalhar e tecem fios invisíveis. Após algumas semanas o primeiro ministro vai conferir a confecção da roupa, nada vê, mas concorda que o tecido é belo e macio. O rei e toda a corte também fingem ver com medo de parecerem estúpidos. Quando a roupa está pronta o Rei solicita um desfile para poder exibir ao povo seu novo traje. No desfile é investido muito dinheiro para ostentar seu luxo. O povo, que paga altos impostos, é convocado a acompanhar o evento e, nessa situação a coragem de uma criança desmascara o Rei, que está nu!